Duas novidades atingem o comércio varejista no rio de Janeiro nesse em 1 de Outubro agora. 

A primeira atinge a todos os varejistas: a obrigatoriedade da emissão da nf-e em substituição as notas em papel. Ou seja, qualquer nota fiscal, a partir dessa data, precisa ser eletrônica. Sendo assim o comércio varejista, sem excesão, tem agora que obrigatoriamente possuir um certificado digital e um software para emissão da nf-e, como o Empresa Fácil. 

A segunda é referente ao chamado cupom eletrônico, a nota fiscal eletrônica ao consumidor final (nfc-e).  A partir dessa  data, novos estabelecimentos não poderão mais adquirir impressoras fiscais para emissão de seus cupons e sim uma impresora não fiscal, um certificado digital, internet e um programa adequado as novas normas, como, novamente o Empresa Fácil.

Seguem abaixo os links da íntegra das leis:

http://www.fazenda.rj.gov.br/sefaz/faces/menu_structure/servicos/navigationContribuinte/conluna1/menu_servico_icms/ICMS-NFE?_afrLoop=269524670496000&datasource=UCMServer%23dDocName%3AWCC227427&_afrWindowMode=0&_adf.ctrl-state=ye2bw6jrp_50

 

http://www.fazenda.rj.gov.br/sefaz/content/conn/UCMServer/path/Contribution%20Folders/site_fazenda/informacao/sistemaseletronicos/nfce/Anexo_II_A_Res_720_14_Comentada_06_08.pdf